Não perca o dia dos namorados da Doce Beijo!

Você quis dizer...

    Produtos Sugeridos

      Sua Sacola

      Nenhum produto no carrinho.

      Blog 9 de agosto de 2021

      Descubra como o chocolate é produzido do início ao fim

      6 minutos de leitura

      25 visualizações

      docebeijo

      Compartilhe:

      Produto bastante consumido nos quatro cantos do mundo, o chocolate é uma ótima fonte de energia e muito saboroso, podendo ser encontrado em diferentes tipos e sabores.

      Porém, antes de ter seu formato final, ele passa por diversas etapas 一 desde a colheita do cacau, sua fonte principal, até a mistura com outros ingredientes, como o açúcar e o leite.

      Ficou curioso sobre o restante do processo? Pois no texto de hoje nós vamos te contar como o chocolate é feito detalhadamente.

      Vamos lá?

      História do chocolate

      Apesar de não se ter certeza sobre a origem do cacau, sabe-se que esse fruto é consumido desde o século XVI. Inclusive, acredita-se que os primeiros apreciadores dessa iguaria foram os astecas, povo mesoamericano proveniente do centro do México.

      À época, eles coletavam as sementes do cacau para produzir o “xocoatl”, um drinque de sabor amargo e apimentado que somente imperadores podiam beber. Depois, com a chegada dos colonizadores espanhóis no continente, a mistura foi levada para a Europa, onde acrescentou-se canela e baunilha.

      Em 1700, mais ou menos, a invenção chegou à França e à Inglaterra e ganhou leite em sua fórmula. Alguns anos mais tarde, em 1765 mais precisamente, a fabricação de chocolates em barra deu início nos Estados Unidos 一 e o restante da história você já deve saber qual é.

      Em se tratando de Brasil, o cacau passou a ser cultivado por aqui no começo do século XIX, na região de Ilhéus, na Bahia.

      Como é feito o chocolate

      Atualmente, muitas fábricas de chocolates estão espalhadas pelo mundo 一 inclusive a nossa. Mas engana-se quem pensa que chocolate é tudo igual.

      Mesmo que a fonte principal da produção do chocolate seja a mesma, cada fabricante tem um tipo de “receita secreta” para cada produto de seu catálogo. Outro ponto que influencia em seu sabor e aroma é a variedade de cacau escolhida (crioulo, forasteiro ou trinitário), bem como a qualidade das sementes utilizadas.

      Mas vamos ao que interessa, não é mesmo? Afinal, como é feito o chocolate?

      Produção do cacau

      Tudo começa nas fazendas de cacau. Confira a seguir as etapas que compõem a produção da matéria-prima do chocolate:

      • Plantio: os pés de cacau precisam ser plantados em lugares com muita sombra.
      • Colheita: em época de colheita, é feita a separação dos frutos com melhor qualidade. Tudo é feito de forma manual, inclusive a separação das sementes (estima-se que cada fruto possui, em média, 45 sementes).
      • Fermentação: depois de separadas, as sementes são fermentadas, a fim de que não germinem. Aqui, a cor e o odor se alteram.
      • Secagem: finalizada a fermentação (que pode levar alguns dias), as sementes são levadas para a secagem, processo realizado de modo natural e em barcaças.
      • Armazenamento: secas, as sementes são armazenadas em sacos e levadas às fábricas de chocolate.

      Fábrica de chocolate

      Uma vez na fábrica de chocolate, as sementes de cacau passam por mais algumas etapas até possuir o formato que tão bem conhecemos. Olha só:

      • Limpeza: com o auxílio de peneiras e escovas, as impurezas são retiradas das sementes.
      • Torrefação: nessa etapa, há um processo de aquecimento, visando eliminar de vez qualquer vestígio de umidade nas sementes. É aqui que o aroma peculiar do cacau aparece.
      • Descascagem: finalizada a torra, as sementes são resfriadas e encaminhadas para um triturador, o qual vai retirar as cascas das amêndoas.
      • Moagem: depois de descascadas, as amêndoas de cacau são moídas em pequenas partes. No entanto, pelo fato delas terem gordura num teor de 50%, o resultado final não é um pó, mas sim uma pasta.
      • Prensagem: com essa massa pastosa pronta, a prensagem é recorrida, a fim de separá-la em dois produtos: a manteiga de cacau e a torta de cacau. Parte dessa torta é dissolvida e misturada ao açúcar, formando o chocolate em pó; já a outra parte é resfriada e quebrada em tabletes, que serão utilizados na fabricação do chocolate propriamente dito.
      • Malaxação: essa fase é responsável pela definição do tipo que cada chocolate terá. Para chocolates ao leite, utiliza-se a torta e a manteiga de cacau, além de açúcar e leite. No caso dos chocolates amargos, apenas açúcar, torta e manteiga de cacau são usados. Por fim, para chocolates brancos, somente a manteiga de cacau, açúcar e leite são colocados na mistura.
      • Refinação: independentemente do tipo de chocolate, a massa resultante será colocada em cilindros de refinação para que os cristais de açúcar sejam triturados e quebrados em partículas minúsculas. Ao serem refinados, os chocolates têm sua textura melhorada, o que facilita na hora de comer.
      • Conchagem: feita a refinação, a massa do chocolate vai ficar em constante movimento em aparelhos chamados agitadores. Isso faz com que a acidez e a umidade do produto sejam eliminadas. Além disso, é nessa etapa que o aroma e o sabor característicos do chocolate aparecem.
      • Temperagem: quase no fim do processo, o chocolate passa por muitas variações de temperatura, objetivando a cristalização da manteiga de cacau. Assim, a pasta fica na consistência exata para ser moldada.
      • Moldagem: na moldagem, por fim, a massa é moldada e colocada em formas. Dessa forma, o produto fica com a carinha que estamos acostumados. Caso o chocolate tenha outros ingredientes, como amendoim ou gotas de chocolate, é nessa hora que eles são adicionados também. Com os moldes cheios, os chocolates são resfriados e embalados.

      As nossas barras de chocolate passam por todos os processos já listados acima e chegam prontas em nossa empresa. Porém, antes de entregarmos para o cliente, o chocolate é remoldado com um toque especial e receitas próprias para ficarem com o gosto delicioso e único que só a Doce Beijo tem.

      A Doce Beijo

      A nossa empresa nasceu em 1989 na cidade de Joinville (SC) a partir da inspiração de nossa chocolatier, Dorotea Kasten. Formada nas melhores escolas da Europa, Dorotea criou inúmeras variedades de chocolates aos seus clientes, como trufas, bombons, pães de mel e, é claro, as tradicionais barras.

      Além do mais, a Doce Beijo também trabalha com a personalização de produtos para datas comemorativas ou eventos corporativos. Acesse www.docebeijo.com.br e conheça as nossas delícias!

      docebeijo

      Compartilhe: